muxx


ensaios sobre a lucidez
June 25, 2009, 11:43 pm
Filed under: POR AÍ

“même si le taux d’abstention est manifestement élevé, le Conseil électoral provisoire crie victoire.”

Advertisements


tomás 38º44N 9º9W 15-06-2009 10h37
June 15, 2009, 10:22 pm
Filed under: Lisboa

boas vindas ao priminho mais novo



deuxiéme personne singulier – verbe Être – Imparfait subjonctif
June 15, 2009, 8:37 am
Filed under: Francês, HAITI

9780764551932

que tu fusses



Die Siedler von Catan
June 13, 2009, 3:10 am
Filed under: PORTUGAL

O objectivo deste jogo é atingir 10 pontos. Como? Estás na ilha de Catan e deverás competir com outros exploradores para fundar novas aldeias, cidades e construir estradas que comuniquem entre si. Cada aldeia/cidade produz os materiais necessários para evoluir e por sua vez ganhar. Pontuação: Aldeia (Settlements) 1 ponto; Cidade (City) 2 pontos; Estrada maior (Longest route) 2 pontos; Exercito maior (Largest Army) 2 pontos; Cartas especiais (Victory Points) 1 ponto

Para fazeres uma aldeia (ou vila se estiveres a jogar na versão portugal onde as coisas são de tamanho comedido) tens de conseguir juntar mais de 3.000 eleitores e pelo menos metade dos seguintes estabelecimentos: 1 posto médico, 1 farmácia, 1 casa do povo, 1 casa dos pescadores, 1 casa de espectáculos, 1 centro cultural ou outras colectividades, 1 agência bancária, 1 transportes públicos colectivos, 1 estação dos correios, 1 estabelecimentos comerciais ou de hotelaria e 1 escola pública. Quando constróis uma aldeia (ou vila na versão portugal) tens direito a marcá-la no tabuleiro de jogo com uma casinha pequenina.

Podes fazer o upgrade para cidade se tiveres mais de oito mil eleitores e pelo menos metade dos seguintes equipamentos: 1 instalações hospitalares, 1 farmácias, 1 corporação de bombeiros, 1 casa de espectáculos e 1 centro cultural, 1 museus e 1 biblioteca, 1 instalações de hotelaria, 1 estabelecimento de ensino preparatório e 1 secundário, 1 estabelecimento de ensino pré-primário e 1 infantários, 1 transportes públicos e 1 parques ou 1 jardins públicos. Para conseguires uma cidade tens primeiro que ter fundado uma aldeia (ou vila na versão portugal) e só depois podes fazer o upgrade. Após o upgrade podes trocar a marca no mapa por uma casinha das grandes.



desistência
June 10, 2009, 11:28 pm
Filed under: PORTUGAL

Usando uma comparação acessível, Barroso funciona para a imagem de Portugal moderno como Mourinho para a do futebol português. Ou seja, Portugal só tem a ganhar em ter um presidente da Comissão Europeia…

já bebi o vinho do porto, já li os jornais todos em português, já sei o que eles disseram nos discursos, já não aguento mais. já chega, para uns dois meses.

ps: cá não há tugas, se houverem feriados nacionais, eleições europeias, novos governos ou outros eventos que saltem fora da crise dos últimos 10 anos, agradeço se alguém me mandar um mail. não é preciso dizer nada sobre casos de presidentes da câmara fugidos, outras corrupções de gente metida nos governos, tribunais, bancos ou assim, nem sobre paracetamol a mais. thanks.



tradição lírica
June 10, 2009, 10:49 pm
Filed under: PORTUGAL

em vista dos mais ou menos recentes heróis deste mundo todo, os verdadeiros, gorbachevs, mandelas, churchils, os menos verdadeiros, rockys balboas, obi wans, ellens rippleys, os controversos, picassos, superes marios, joao paulos segundos, madonas, os reconhecidos, orhans pamuks, neils armstrongs, alexander flemings, os super, asterixes, barbarellas, homens aranhas, os românticos, pauls erdös, barbaras mcclintocks, maxs plancks, os trágicos, johns f kennedys, alberts einsteins, indiras gandhis, que nasceram já faz para nós uma porrada de tempo, não deve ser fácil motivar os portugueses com o exemplo de um gajo que morreu à 429 anos e era poeta.

O sociólogo defendeu que os portugueses precisam do “exemplo” dos seus heróis — como o que hoje se comemora, Luís de Camões — “mas também dos seus dirigentes”. “Porque o exemplo tem efeitos mais duráveis do que qualquer ensino voluntarista”, justificou.



evening de vinho do porto
June 10, 2009, 9:47 pm
Filed under: PORTUGAL

a contra-gosto, que hoje era dia de ser saudável, mas os quereres não contam em force majeure. tchim tchim, ao nobre povo.