muxx


outra
November 17, 2009, 1:53 pm
Filed under: HAITI

la paz, neve, amazonia, pando, brasil, fronteiras, sumos, calor, inauguracao, casas, politica, teatro, malas, caixotes, bilhetes, avioes, port au prince, montana, gonaives, visitas, colonia de ferias, rums sours, jacmel, dacord, triste, fresco, gonaives, natal, boring, dois mil e nove, piscina, musica, trabalho, republica dominicana, casa bonita, novo, bali, timor, casa, risos, praia, chuva, fim de semana, dili sem campos, baucau, esplanada, ovos beneditos, descanso, colonia de ferias, haiti, fins de semana, cap haitien, ballenas escondidas, barcos, el rincón, lagos, café, trabalho, lisboa, jantares, sol, esplanadas, colonia de ferias, haiti, republica dominicana, trabalho, foutre, iguanas, lago, alemanha, bavaria, nato, amesterdao, haiti, casa nova, trabalho, piscina, varanda, varanda, suntory, varanda, fins de semana, flamingos, risos, rums sours, chines, calor, america, ursos, restaurantes, parques, marmotas, arvores, ar fresco, roupas novas, risos, lontras, milhas, cavalitos do mar, colonia de ferias, haiti, trabalho, varanda, cuba, havana, arquitectura, michael jackson, mujitos, haiti, trabalho, piscina, vodkas tonicos, chines, a mil, fins de semana, basin bleu, pneu, casa bonita, setembro, mudancas, puerto plata, desastre, risos, filmes, impaciencia, praia, sem furacoes, bilhetes, nova iorque, times square, saladas, frio, filipinas, manila, starbucks, trabalho, norte, autoestradas, peninsula, assalto rolex, transito, super malls, bilhetes, japao, tokio, silencio, park hyatt, multidao, luzes, gente, japones, super mulher, estilo, muji, kyoto, templos, comboio, monte fuji, hong kong, nova iorque, west side, chuva, haiti, normal, casa, sem furacoes. outra volta ao sol. gastaram-se mais 31557600 segundos.



rapunzel
November 11, 2009, 8:59 pm
Filed under: HAITI, Port-au-Prince

japan_blog 59

japan_blog 54

japan_blog 24

japan_blog 13

japan_blog 14

à noite, daqui do alto da varanda, sem carro, sem poder ir a lado nenhum e aborrecido como a merda, resta-me deixar crescer o cabelo e fazer umas tranças, e/ou ler livros, e/ou escrever posts no blog. até sexta feira.



ari-ga-tô
November 11, 2009, 8:49 pm
Filed under: JAPAN

muito obrigadinha, senhor tuga, que nos veio aqui visitar. estamos muito honrados pela sua visita. arigatô. arigatô. olha. até vou dar aqui uns toquezinhos no gongozito que trago sempre pendurado no pescoço. arigatô. arigatô. arigatô.

japan_blog 49



torçoille
November 11, 2009, 8:28 pm
Filed under: HAITI

telefonema

– tou, olha, tás boa?
ela responde com o mesmo entusiasmo de sempre. desemocionada. fria e cool. sem emoção na voz. como se o último telefonema tivesse sido ontem e não há quatro meses atrás. – tou, e tu?
– olha, já tiveste um torçolho? pergunta ele.
– já.
– e o que é que um gajo faz? tou com uma merda dessas desde sexta feira.
– pá… pões uma pomadinha e esperas. isso passa.
– pois… ando a fazer isso.

médica

– pá, se quiseres no fim de semana pergunto à s. o que é que podes fazer. ela diz qual é o remédio indicado.
– pois… olha… no fim de semana fui ao médico. uma senhora. haitiana. era fim de semana grande, só ela é que estava de serviço na clínica. cheguei, sentei-me, disse-lhe que tinha um torçolho. disse: torçoille e apontei com o dedo para o olho e ela percebeu. (risos dela. finalmente ele consegue-lhe arrancar a desemoção da voz). ela era tão boa tão boa que nem se levantou para ver. pegou num livro, leu rápido, uns 20 segundos, e diz:
– vous avez des alergias?
– não.
– vous avez sinusite?
– às vezes.
– allors, então tem alergias. o torçoille é uma alergia, non plus. e começa a escrever. vous alez fazer umas análisesinhas ao sangue para vermos a que é que vous etes alérgico e entretanto toma estes comprimidos (dá-me a receita). são contra as alergias. para o torçoille. depois vem cá amanhã mostrar os resultados.
– e onde é que compro os comprimidos doutora?
– ici même, aqui mesmo na nossa farmácia, no andar de baixo. e aponta para baixo.
– obrigadinha. mercis.

farmácia

– depois, chego à farmácia e pergunto se há o medicamento. dizem que não. só na farmácia do champs de mars, que tem tudo e está aberta (e que muito certamente era da prima dela). pois, mas a farmácia não tinha tudo. tinha dois frascos de betadine nas prateleiras atrás do balcão, um cartaz, umas caixas de compressas e meia dúzia de frascos dos que se compram nos aeroportos. parecia a loja do senhor arnaldo. (gargalhadas) nada!! não havia nada.
– (gargalhadas) a sério?
– sim. muito menos o que eu precisava.

médica

– sim. então, no dia a seguir, era segunda, tentei ir a outro médico. fui aos argentinos da UN (gargalhadas), que estava tudo fechado. porque era feriado. era dia… bem… dos zombies…
– dia dos quê?
– dos zombies (ele fala baixo. pensa duas vezes para não se enganar.)
– dos quê??
– dos zombies!! (ele fala alto. sim. parece-lhe mentira que não tenha dado por haver um detalhe sórdido na história).
– (gargalhadas). a sério? dos zombies? (gargalhadas)
– (gargalhadas). sim, a sério.(gargalhadas).

secretária

por esta altura já nem ele nem ela conseguiam fazer uma frase sem risos. ele chorava a rir. ela, conhecendo-a, também.
– e hoje de manhã, como já passou uma semana desde que esta merda me apareceu e está um bocado melhor mas ainda não passou, cheguei ao escritório e pedi à senhora da recepção para me marcar uma consulta com o oftalmologista. disse que não, que não ia marcar, que eu não devia ir ao médico e que por nada devia tentar fazer qualquer tratamento.
– ahhh!!

bolinha

– sim. (gargalhadas). sabes porquê? (gargalhadas)
– não. (gargalhadas). por… (gargalhadas) … quê? (gargalhadas)
– diz que os haitianos acreditam no poder do torçolho. (gargalhadas). que é uma cena que o corpo tenta expulsar. e que nunca se deve contrariar, sob risco de que o torçolho se vá alojar noutro sítio qualquer. (gargalhadas) e provou que estava certa. quando me disse isto depois sentou-se no sofá, (gargalhadas) e mostrou-me a perna, onde tem uma bolinha (gargalhadas) a cima do joelho. diz ela que aquilo é um torçolho mal parado, que foi para ali e que nunca mais passou (gargalhadas. ele mal conseguia falar. a chatice que o andava a aborrecer desde que o torçolho lhe apareceu desvaneceu-se em risos. era bom contar a história, estúpida história, a alguém que igualmente se ria dos mesmos ridículos)
– (gargalhadas)
– (gargalhadas)
– (gargalhadas)
– e pronto, andei a manhã toda a tentar ligar eu mesmo para marcar a puta da consulta. a secretária disse que não o fazia nem por nada.
– (gargalhadas)
– (gargalhadas)



コンサート (concerto)
November 6, 2009, 9:28 am
Filed under: JAPÃO

a banda sensação

japan_blog 28

a plateia em delírio



novembro
November 3, 2009, 12:45 am
Filed under: HAITI

japan_blog 37

planos para novembro:
curar o jetlag; arrumar as fotos; dormir; trabalhar; fazer desporto; arrumar o quarto; actualizar o blog; evitar muita andança.



fofinhas (do japão)
November 3, 2009, 12:36 am
Filed under: JAPÃO, KYOTO

japan_blog 46

no japão há umas senhoras muito fofinhas