muxx


não há coelhos????
January 10, 2018, 11:49 pm
Filed under: POR AÍ

Alimárias: a saber, leões, onças, tigres, lobos, veados, antas, vacas bravas, raposas, lobos cervais, porcos-monteses, porcos-espinhos, gatos-de-algália, corças, gazelas, elefantes e de outras alimárias a nós não conhecidas, é a terra cheia, salvo duas que nunca lá viu, a saber, ursos nem coelhos.

“Verdadeira Informação sobre a Terra do Preste João das Índias”

Advertisements


maribel
January 4, 2018, 11:59 am
Filed under: POR AÍ

vi que estavam no meu escritório a conversar. uma era a S. que assim que deu por mim no corredor disse adeus às pressas. passou com um ar comprometido. disse bom dia. desapareceu.

a outra só consegui ver quando entrei. uma miúda de vinte e tal anos. com ar inocente. parecia espanhola. meio acanhada mas nem por isso. a secretária, as cadeiras, os livros e as prateleiras foram todas para um lado. um bocado ao monte.

– Desculpe. Quem é a senhora? – Sou a costureira. Estava no escritório aqui do lado mas não podia lá ficar e vim para aqui. respondeu tudo em espanhol.

– Veio para aqui? Perguntou a alguém? – Sim, ao senhor C. Ele disse que podia vir para aqui. – E empurrou as minhas coisas todas do trabalho para um canto para por isto. apontei para a máquina de costura a pedais, as pilhas de roupa, os bocados de pano.

estava furioso, acho eu. quase quase a dar meia volta para pedir contas sem saber a quem. partilhar o meu escritório com uma costureira espanhola?? desde quando? quem seria o velhaco que autorizou tal perda de respeito. voltei para trás. sentei-me a mesa e olhei para ela. a pequena continuava, impávida, como quem tem que lutar por um lugar e não vai perder, simples, sentada em frente à máquina da costura. a luz a entrar pela janela atrás dela.

acho que lhe ia perguntar o nome, entre insatisfeito e a começar a perceber que ela não ia sair dali. fosse como fosse. e não ia levar os trapos, a máquina e os vestidos.

acordei. não cheguei a saber-lhe o nome.